Login

vazio


Strict Standards: Only variables should be assigned by reference in /home/crtrrj/public_html/templates/layout/html/com_k2/templates/user.php on line 14
CRTR-RJ

CRTR-RJ

Website URL:

 

As Instituições Prestadoras de Serviços ligados às Técnicas Radiológicas, seja na área pública, clinicas privadas ou serviços de saúde, estão obrigadas a exigir, de seus profissionais sejam Tecnólogos, Técnicos ou Auxiliares de Radiologia, a Nova CERTIDÃO DE REGULARIDADE, documento que atesta a regularidade do profissional perante o Conselho, sob todos os aspectos.

A partir da publicação da DECISÃO NORMATIVA Nº 1, DE 2 DE JUNHO DE 2015, no Diário Oficial, o Empregador ou Responsável pela Contratação,  bem como o SUPERVISOR DAS TÉCNICAS RADIOLÓGICAS que permitir  o trabalho de profissional que não apresente tal certidão, anualmente, estará sendo co-responsável pela falta e poderá responder solidariamente perante o Conselho, na medida de sua responsabilidade ou omissão ( Artigo 29 do CÓDIGO PENAL).

A medida, segundo a Diretoria do Conselho, visa resguardar o cliente/paciente, bem como a Sociedade Civil, dos riscos advindos de pessoas que exerçam a profissão das técnicas radiológicas, sem as condições e qualificações que a lei estabelecer, o que constitui exercício ilegal da profissão.

Além disso, a Decisão também ressalta a obrigatoriedade de todos os profissionais registrados manterem seus endereços e dados cadastrais atualizados junto ao Conselho, sempre que houver alteração.

 

Abaixo divulgamos o inteiro teor da Decisão publicada no Diário Oficial da União...

 


Data de Disponibilização: 08/06/2015

Data de Publicação: 08/06/2015

Jornal: Tribunais Superiores

Tribunal: ENTIDADES DE FISCALIZAÇÃO DO EXERCÍCIO. DAS PROFISSÕES LIBERAIS

Vara: CONSELHO REGIONAL DE TÉCNICOS EM RADIOLOGIA DA 4ª REGIÃO

Seção: DJ Seção Única

 

Página: 00076

DECISÃO NORMATIVA N o - 1, DE 2 DE JUNHO DE 2015

Dispoe sobre a obrigatoriedade das Insti- tuicoes publicas e privadas exigirem cer- tidao de regularidade anual para o exercicio da profissao dos Profissionais das Tecnicas Radiologicas e da outras providencias. O CONSELHO REGIONAL DE TECNICOS EM RADIOLOGIA DA 4ª Re- giao Rio de Janeiro, pelo seu 6º Corpo de Conselheiros, no uso de suas atribuicoes legais, bem como Considerando o teor do Parecer PROC/CRTR-RJ/nº 03/2015, exarado pela Procuradoria do CRTR da 4ª Regiao; Considerando o contido no inciso XIII, do art. 5º, da Cons- tituicao da Republica Federativa do Brasil que garante a liberdade de qualquer trabalho, oficio ou profissao, atendida as qualificacoes pro- fissionais que a lei estabelecer; Considerando que para o desempenho das atividades da Pro- fissao das Tecnicas Radiologicas necessario se faz que o profissional esteja devidamente inscrito no respectivo Conselho Regional da cir- cunscricao do seu exercicio profissional; Considerando que constitui contravencao penal o exercicio ilegal da Profissao das Tecnicas Radiologicas as pessoas que nao possui inscricao no CRTR da 4ª Regiao, ou que tenha inscricao provisoria vencida, nos termos do art. 47, da Lei das Contravencoes Penais; Considerando que constitui crime nos termos do art. 205, do Codigo Penal Brasileiro, "exercer atividade proibida por decisao ad- ministrativa"; Considerando o teor do art. 23, do Codigo de Etica dos Profissionais das Tecnicas Radiologicas que dispoe: "Constitui dever e obrigacao dos profissionais das Tecnicas Radiologicas manter atua- lizados os dados cadastrais e regularizadas as suas obrigacoes fi- nanceiras junto ao Conselho Regional"; Considerando o contido no inciso I, do § 4º, art. 23, do Decreto nº 70.235, de 6 de marco de 1972, no qual define o domicilio do contribuinte/profissional; Considerando a obrigacao posta ao contribuinte de comu- nicar a mudanca de seu endereco de residencia para os orgaos com- petentes, conforme art. 195, da Decreto-Lei nº 5.844, de 23 de se- tembro de 1943. Considerando, em fim, que pela relevancia das acoes e ser- vicos de saude, cabe ao Poder Publico regular procedimentos que garantam a promocao, protecao e reducao dos riscos a saude, con- forme explicitam os arts. 196 e 197, da Constituicao da Republica, decide: Art. 1º. Instituir a CERTIDAO de regularidade anual, no ambito do Estado do Rio de Janeiro, a qual sera expedida sem qualquer onus para os Profissionais das Tecnicas Radiologicas. Paragrafo unico: A certidao a que se refere o caput deste artigo, tem por fim resguardar o cliente/paciente, bem como a sociedade civil, dos riscos advindos de pessoas que exercam a Profissao das Tecnicas Radiologicas sem as condicoes e qualificacoes que a lei estabelecer, o que constitui exercicio ilegal da profissao. Art. 2º. A CERTIDAO de regularidade anual tem validade de ate 12 (doze) meses, a partir de sua expedicao, e constitui obrigacao do Supervisor Tecnico exigir de todos os Profissionais que estejam sob sua responsabilidade e supervisao nos servicos publicos e privados que desenvolvam atividades das tecnicas radiologicas. § 1º. O Supervisor Tecnico que tiver sob sua supervisao Profissionais das Tecnicas Radiologicas que estejam no exercicio ilegal da profissao ou cometendo afronta ao postulado etico profissional, respondera solidariamente nos termos do art. 30, do Codigo de Etica da Profissao. § 2º. O particular que permitir o exercicio ilegal da Profissao das Tecnicas Radiologicas respondera, na medida de sua culpabilidade (art. 29, do Codigo Penal), pelo ilicito praticado. Art. 3º. As instituicoes de saude, clinicas e servicos, publicos ou privados, que possuam atividades das Tecnicas Radiologicas, deverao exigir dos Profissionais Tecnologos, Tecnicos em Radiologia e Auxiliares de Radiologia, CERTIDAO de regularidade anual, com vistas a verificacao da condicao do respectivo exercicio profissional dos profissionais por elas contratados. Art. 4º. Nos termos contido no § 4º, do art. 23, do Decreto nº 70.235, de 1972, e art. 195, do Decreto-Lei nº 5.844, de 1943, e considerando que constitui infracao etica a nao atualizacao dos dados cadastrais, nos termos do art. 23, do Codigo de Etica, ficam obrigados todos os Profissionais das Tecnicas Radiologicas a informarem o respectivo domicilio residencial, sempre que ocorrer mudanca do mesmo. Art. 5º. Anualmente as instituicoes de saude, clinicas e servicos publicos ou privados que possuam servicos das Tecnicas Radiologicas, encaminharam ao CONSELHO REGIONAL DE TECNICOS EM RADIOLOGIA DA 4ª Regiao listagem atualizada de seus servidores/funcionarios com vistas um melhor controle da fiscalizacao do exercicio profissional e protecao da saude publica. Paragrafo unico - A listagem a que se refere o caput deste artigo devera conter o nome do Profissional, inscricao no CRTR-RJ, inscricao no CPF e endereco residencial, e deverao ser encaminhadas ate 30 de marco de cada ano. Art. 6º. O CRTR da 4ª Regiao adotara medidas com vistas as pessoas fisicas e juridicas que atuam no desenvolvimento das atividades das Tecnicas Radiologicas para promoverem atualizacao dos dados cadastral, bem como a regularizacao legal com vistas ao pleno exercicio da profissao. Art. 7º. Esta Decisao Normativa entra em vigor na data de sua publicacao, revogando-se as disposicoes em contrario. PAULO MURILO DOS REIS ROCHA Diretor-Presidente MARCELLO CARLOS DE SOUZA COSTA Secretario

 

O CRTR-RJ, em conjunto com a APROTERJ e o STARERJ promoveram nesta Quinta, dia 18 de Junho de 2015, no Auditório do Conselho, com a presença de vários profissionais, o Primeiro Fórum de Debates com Profissionais da Ressonância Magnética, onde foram discutidos temas tais como CARGA HORÁRIA 24 X 36 HORAS, iNSALUBRIDADE X PERICULOSIDADE, APOSENTADORIA 25 ANOS X 35 ANOS.

Ao centro Presidente do CRTR-RJ Paulo Murilo, Diretor-Secretário Marcello Carlos, Assessor Jurídico Julio Cezar, representantes do STARERJ e da APROTERJ

 

O mesmo serviu como pontapé inicial na tentativa de se buscar pontos em comum e convergência entre as entidades representativas da categoria, indo ao encontro de uma base comum para a luta por direitos profissionais.

 

 

Profissionais e Representantes das Entidades discutem temas

 

 

 

Quarta, 17 Junho 2015 17:32

Novo Portal do CRTR-RJ

Prezados Profissionais da Radiologia,

 

É com imenso prazer e satisfação que a Diretoria do CRTR-RJ apresenta a todos o novo Portal do Conselho .

Já a algum tempo nosso sítio da Internet necessitava de uma modernização, e é o que apresentamos agora, com a atualização do visual do mesmo, com as seções dispostas de uma forma mais amigável para o usuário poder encontrar de forma mais rápida e fácil as informações de que necessita.

Além disso o mesmo conta com novas seções, tais como os vídeos que trarão sempre de uma forma mais direta e visual, assuntos relevantes para a categoria, entre outras.

Chamamos a atenção ainda para a nova seção que traz a possibilidade dos profissionais poderem pesquisar empregos na área de Radiologia, devido a incorporação do Serviço de Buscas do JOOBLE, nosso parceiro nesta empreitada, o qual vai oferecer o engine necessário para a consecução das buscas de empregos para os profissionais.

Ademais estaremos disponibilizando, em breve, nosso novo sistema de agendamento de atendimentos pela web, com hora marcada,  onde o próprio profissional poderá agendar o dia e horário para atendimento personalizado em nossa Secretaria.

 Isto permitirá minimizar o tempo de permanência em nossa secretaria, bem como oferecerá condições para um atendimento mais personalizado e atencioso ao profissional que busca o encaminhamento de suas demandas junto ao Conselho.

 

  A Diretoria se congratula com os profissionais por mais esta tarefa cumprida...

 

 Saudações a todos

 

 Paulo Murilo dos Reis Rocha

     Presidente

Segunda, 15 Junho 2015 18:03

Concurso CRTR-RJ

 

 

 

PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO

 

EDITAL PSS N.º 01/2015

 

 

 

O CONSELHO REGIONAL DE TÉCNICO EM RADIOLOGIA, no uso de suas atribuições legais e regimentais, e tendo em vista o disposto na Lei nº 8.745, de 09 de dezembro de 1993 e seu regulamento, torna pública a realização do Processo Seletivo Simplificado para a contratação de Fiscais e Auxiliar Administrativo, por prazo determinado para desempenhar atividades no âmbito do Estado do Rio de Janeiro.

 

 

 

O processo seletivo simplificado será regido pelo presente edital, seus anexos, eventuais retificações, cabendo a sua execução à Comissão de Processo Seletivo podendo para o fim publicar atos, avisos, convocações, comunicados e demais regulamentações.

 

 

 

Será de responsabilidade exclusiva do candidato a obtenção de informações referentes ao presente certame no sítio eletrônico, do CRTRRJ e/ou no Diário Oficial da União.

 

 

 

1 - DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

 

 

 

1.1 - O processo seletivo será realizado na cidade do Rio de Janeiro, em local a ser previamente definido após o término do prazo de inscrição.

 

1.2 - A nomenclatura do cargo, a quantidade de vagas, os requisitos mínimos, as atribuões, a forma de seleção, o salário básico, a jornada de trabalho e todas as demais informações sobre o perfil exigido para o preenchimento das vagas estão disposta na TABELA I do ANEXO I deste edital.

 

1.3 - O candidato portador de necessidade especial que necessitar de qualquer tipo de atendimento diferenciado, para a realização das etapas desse Processo Seletivo, devesolicitá-lo no ato da inscrição, anexando à ficha de inscrição requerimento explicitando o tipo de atendimento diferenciado e laudo dico que o justifique.

 

1.4 - A solicitação será atendida obedecendo a critérios de viabilidade e razoabilidade.

 

1.5 - Os candidatos Portadores de Necessidades Especiais terão assegurados o pleno exercício dos direitos, desde que compatíveis com as atribuições técnicas, físicas e psicológicas do cargo.

 

1.5.1 - Serão consideradas Pessoas Portadoras de Necessidades Especiais, aquelas que se enquadrarem nas categorias discriminadas nos arts. 3º e 4º do Decreto Federal n.º 3.298/99.

 

1.5.2 - No ato da inscrição, juntamente com a ficha de inscrição devidamente preenchida, o candidato Portador de Necessidades Especiais deverá:

 

a) anexar Laudo Médico, atestando a espécie e o grau ou nível da deficiência de que é portador, com expressa referência ao código correspondente da Classificação Internacional de Doença – CID, bem como a provável causa da deficiência;

 

b) requerer, se necessário, tratamento especial para realização de sua prova, exceto a realização da prova fora do local previamente designado.

 

1.5.3 - Após a avaliação inicial do Processo Seletivo, o candidato Portador de Necessidades Especiais, quando convocado para contratação deverá, no prazo de 05 (cinco) dias, se submeter a exame dico, cuja decisão se terminativa sobre essa condão, bem como sobre a compatibilidade da deficiência com o exercício das atribuições do cargo pleiteado.

 

1.5.4 - O candidato portador de necessidades especiais deverá fazer sua opção, com o correto preenchimento, do campo próprio da ficha de inscrição, realizando sua inscrição nas mesmas formas estabelecidas para os demais candidatos, vedada qualquer alteração posterior.

 

 

 

1.5.5 – Os candidatos aprovados serão contratados sob o regime da Consolidação das Leis do Trabalho – CLT e pelo período de 1 (um) ano, prorrogável até o limite de 4 anos, conforme previsto no inciso V do parágrafo único da Lei nº 8.745, de 09/12/1993.

 

 

 

2 – DAS INSCRIÇÕES DO PROCESSO SELETIVO

 

 

 

2.1 - As inscrições serão realizadas via internet, por meio do e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

 

2.2 - As inscrições serão realizadas até às 23:59 (vinte e três horas e 59 cinquenta e nove minutos) do dia 17 de junho de 2015.

 

2.3 – O candidato deverá possuir os seguintes requisitos:

 

                        a) ter sido aprovado e classificado no Processo Seletivo Simplificado, na forma estabelecida neste Edital;

 

b) Possuir ensino médio completo, com certificado aprovado pelo MEC;

 

c) ser brasileiro, nato ou naturalizado, estrangeiro legalmente residente e, no caso de nacionalidade portuguesa, estar amparado pelo estatuto de igualdade entre brasileiros e portugueses, com reconhecimento de gozo de direitos políticos;

 

d) estar no gozo de seus direitos políticos;

 

e) estar quite com as obrigações militares, para os candidatos do sexo masculino;

 

i) estar quite com as obrigações eleitorais;

 

j) ter idade mínima de 18 (dezoito) anos;

 

k) ter aptidão física e mental para o exercício das atribuições do cargo;

 

l) apresentar os documentos que se fizerem necessários por ocasião da contratação;

 

m) estar inscrito no respectivo órgão regulamentador da profissão, no caso para o cargo de Fiscal, e possuir no mínimo um (1) ano de inscrição definitiva como Técnico em Radiologia ou Tecnólogo;

 

o) não responder por função de confiança ou comissionada na administração direta ou indireta da União, dos Estados e dos Municípios.

 

2.3.1 - Os documentos comprobatórios do atendimento aos requisitos serão exigidos apenas dos candidatos aprovados e convocados para contratação.

 

2.4 - No momento da inscrição, o candidato deveoptar por apenas um cargo e, na hitese de duplicidade de inscrições seconsiderada aquela que tiver sido realizada primeiro.

 

 2.5 - É vedada a inscrição condicional ou extemporânea.

 

2.6 - Antes de realizar a inscrição, o candidato deverá certificar-se de que preenche todos os requisitos exigidos para a contratão.

 

2.7 - Não serão aceitas as solicitações de inscrição que não atenderem rigorosamente ao estabelecido neste Edital.

 

2.8 - O comprovante de inscrição deveser mantido em poder do candidato e apresentado nos locais de realização de cada etapa desse Processo Seletivo.

 

 

 

3 - DO PROCESSO SELETIVO

 

 

 

3.1 - O Processo Seletivo, conforme descrito na TABELA IV do ANEXO I do presente edital compreenderá de prova escrita de caráter clasificatório e eliminatório.

 

 

 

3.1.1 - PROVA ESCRITA

 

3.2 - A PROVA ESCRITA: de caráter eliminatório e classificatório, tem como objetivo avaliar a erudição e a competência do candidato na área de conhecimento da vaga, assim como sua capacidade de expressão em linguagem técnica.

 

3.2.1 – Será realizada no dia 19 de julho de 2015, com duração de 4 horas, iniciando as 9 (nove) horas, e encerrando as 13 (treze) horas.

 

3.2.2 – não haverá qualquer tolerância de atraso, e será eliminado do certame aquele que não estiver no local de prova até o fechamento dos portões.

 

3.3. - A Prova Escrita será aplicada a todos os candidatos simultaneamente, e versará sobre tema constante do programa da prova.

 

3.3.2 - A prova consiste nas seguintes matérias:

 

               a) Português – 20 questões (20 pontos)

 

               b) Matemática – 10 questões (10 pontos)

 

               c) Informática – 10 questões (10 pontos)

 

               d) Redação – (40 pontos)

 

               e) Legislação – Lei 7394/85 e seu regulamento, RDC nº 20, de 02 de fevereiro de 2006, Portaria nº 453, do Ministério da Saúde de 2 de junho de 1998 e Lei nº 6.437, de 20 de agosto de 1977 – 20 questões (20 pontos) – somente para o Cargo de Fiscal.

 

            3.3. – Será eliminado o candidato que zerar qualquer das matérias isoladamente, ou não atingir 50% (cinquenta por cento) nas questões de Português, Matemática Informática e Legislação, e 60% (sessenta por cento) da prova de Redação.

 

 

 

4 - DOS CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO E DE CLASSIFICAÇÃO DA ETAPA DE AVALIAÇÃO INICIAL

 

 

 

4.1 - A classificação dos candidatos far-seem ordem decrescente (maior para o menor) de pontos resultantes da soma dos pontos obtidos, conforme quadro de pontuação apresentado no item 3.3.2, deste Edital.

 

4.2 - A classificação resultante das avaliações descritas nos subitens 3.1.1, seefetuada, mantendo-se a ordem decrescente obtida nas seleções, excluindo-se os candidatos desclassificados, em cada uma delas.

 

4.3 - Os candidatos concorrentes às vagas destinadas aos portadores de necessidades especiais serão classificados em lista separada das destinadas à ampla concorrência.

 

 

 

 

 

5 - DOS CRITÉRIOS DE DESEMPATE

 

 

 

5.1 - Em caso de empate, na etapa de avaliação inicial do Processo seletivo, te preferência o candidato que, sucessivamente:

 

a) O que obtiver maior pontuação na Prova de Português;        

 

b) Tiver maior tempo de experiência na função de Auxiliar Administrativo e, para a função de Fiscal, experiência em Técnico/Tecnólogo em Radiologia;

 

c) Tiver maior tempo de formado;      

 

5.2 – Persistindo o empate, vencerá o candidato mais idoso, observando ano, mês e dia de nascimento.

 

 

 

 

 

6 - DOS RECURSOS

 

 

 

6.1 - Só será admitido recurso contra a avaliação das provas escritas ou da avaliação curricular.

 

6.1.1 – O recurso, protocolado na Recepção do Conselho Regional de Técnicos em Radiologia da 4ª Região / RJ – CRTR - 4ª, na Praça Mahatma Gandhi, nº 02, 10º andar, Sala 1012. Centro, Rio de Janeiro / RJ, na forma do modelo fornecido no local, no prazo de 01(um) dia útil contado a partir da publicação do resultado no mesmo local supracitado.

 

6.2 - Não serão aceitos recursos via postal, via fax ou via correio eletrônico, sob pena de serem preliminarmente indeferidos.

 

6.3 - Se da análise do recurso resultar anulação de item integrante de prova objetiva, a pontuão correspondente a esse item se atribuída a todos os candidatos, independentemente de terem recorrido.

 

6.4 Serão preliminarmente indeferidos recursos extemponeos, inconsistentes, que estejam fora de qualquer uma das especificões e/ou não atendam às exigências estabelecidas neste Edital.

 

6.5 Os recursos não terão efeito suspensivo.

 

 

 

7 - DISPOSÕES FINAIS

 

 

 

7.1 - A inscrição do candidato implicará na aceitação das normas para o processo seletivo, contidas nos Comunicados, neste Edital e em outros a serem publicados ou fornecidos diretamente ao candidato.

 

7.2 - É responsabilidade do candidato manter atualizado seu cadastro junto ao sistema de inscrições.

 

7.2.1 - O CRTR-RJ não se responsabilizará por alteração cadastral do candidato que não for previamente comunicada pelo mesmo ao CRTR-RJ, em qualquer momento da validade do processo seletivo.

 

7.2.2 - São de inteira responsabilidade do candidato os prejuízos decorrentes da não atualização de seu endereço.

 

7.3 - A aprovação no Processo seletivo gera para o candidato apenas a expectativa de direito de contratão. O CRTR – 4ª reserva-se o direito de proceder às contratões conforme a necessidade do Serviço.

 

7.4 – Este Processo Seletivo terá validade de 1 (um) ano, contando a partir da data da publicação da homologação de seu resultado, podendo ser prorrogado uma vez, por igual período, a critério do CRTR – 4ª.

 

7.5 - A convocação dos candidatos para contratação será realizada de acordo com a necessidade do serviço, observando-se a ordem de classificação.

 

7.6 - Os candidatos serão contratados, por meio da celebração de contrato sob o REGIME CLT – Consolidação das Leis Trabalhistas.

 

7.7 – O CRTR – 4º Região poderá, a seu critério, antes da publicação do resultado final, suspender, revogar, ou invalidar o Processo Seletivo, não assistindo aos candidatos direito à reclamação de qualquer natureza.

 

7.8 - A homologação do resultado final deste processo seletivo será publicada no Diário Oficial da União - DOU - e, após, divulgada no sítio eletrônico, por ordem decrescente dos pontos obtidos nas fases de avaliação, observados os pontos mínimos exigidos para habilitação, obedecidos os critérios de desempates e demais normas constantes neste Edital.

 

7.8.1 - A publicação do resultado final será feita até 10 de agosto de 2015.

 

7.9 - As convocações para assinatura de contrato serão realizadas pela Diretoria de Administração e Recursos Humanos.

 

7.10 - O candidato aprovado e classificado será comunicado por email e/ou telefone, devendo, para tanto, manter atualizados seus endereços de e-mail ou outros dados no sistema de inscrição.

 

7.11 - A inexatidão das declarações, as irregularidades de documentos ou as de outra natureza, ocorridas no decorrer desse processo seletivo, mesmo que verificada posteriormente, inclusive após a entrada em exercício no cargo, eliminará o candidato, anulando-se todos os atos e efeitos decorrentes de sua inscrição.

 

7.12 - Os casos omissos serão resolvidos pela direção do CRTR-RJ.

 

7.13 - Não serão fornecidos atestados, certificados ou certidões relativos à classificação ou notas de candidatos, valendo para tal fim os resultados publicados no Diário Oficial da União.

 

7.14 - Não serão fornecidos atestados, cópia de documentos, certificados ou certidões relativos a notas de candidatos reprovados.

 

7.15 - Todas as informações relativas ao presente processo seletivas simplificadas, após a homologação do Resultado Final, deverão ser obtidas na Coordenação de Estudos, Seleção e Concursos do CRTR-RJ.

 

 

 

 

 

Rio de Janeiro, 25 de maio de 2015.

 

 

 

 

 

Diretor Presidente

 

ANEXO I

 

 

 

TERMO DE REFERÊNCIA

 

 

 

TABELA I

 

 

 

 

 

 

CARGO

 

JORNADA SEMANAL

 

REMUNERAÇÃO BRUTA

OUTROS BENEFÍCIOS

(Insalubridade, Aux.Transporte, Alimentação)

 

QTD/VAGAS

FISCAL

 

40 horas semanais

R$ 2.100,00

 

Aux. Transporte e Vale Refeição.

2

AUXILIAR ADMINISTRATIVO

40 horas semanais

R$ 1.040,00

Aux. Transporte e Vale Refeição.

3

Observações:

 

 

 

 

 

TABELA II

 

 

 

 

CARGO

FORMAÇAO ESCOLAR/REQUISITOS

FISCAL

 

Ser Técnico ou Tecnólogo em Radiologia, legalmente habilitados, regulamente inscritos na Jurisdição do Estado do Rio de Janeiro, quites com suas obrigações junto a este Órgão e com experiência profissional na área de pelo menos 02 (dois) anos.

Carteira Nacional de Habilitação na Categoria “B”, definitiva.

Ter Noções Básicas Pacote Office

AUXILIAR ADMINISTRATIVO

Ensino Médio Completo / Ter Noções Básicas Pacote Office.

 

Observações:

 

 

 

 

 

TABELA III

 

 

 

 

 

 

CARGO

ATRIBUIÇOES DO CARGO - RESUMO

FISCAL

 

Desenvolver atividades de fiscalização do exercício profissional, conforme normas e procedimentos baseados na RESOLUÇÂO CONTER nº 13 de 09 de novembro de 2010,

assim  como a confecção de relatórios e afins, além de acompanhar administrativamente os Processos da Fiscalização, mantendo-se sempre atualizados nas Resoluções e Portarias publicadas tanto pelo CONTER como pelo CRTR-RJ.

AUXILIAR ADMINISTRATIVO

Executar tarefas de apoio administrativo tais como: transcrição de dados; classificação de documentos; redação de minutas de correspondências simples e rotineiras; atendimento e orientação ao público interno/externo; digitação e conferência de serviços; protocolo e despacho de documentos; atividades de atendimento de telefone prestando informações; preparação de processos administrativos, eleitorais, éticos, recursos regionais e licitatórios, distribuição de correspondência; análise de correspondência; pesquisas de dados; elaboração de relatórios, planilhas e outros instrumentos pertinentes; cooperação na elaboração de orçamentos; organização e manutenção de arquivos; participação em comissões; inventários periódicos.

Observações:

 

 

 

TABELA IV

 

 

 

 

CARGO

FORMA DE

SELEÇÃO/CLASSIFICATÓRIO/ELIMIARIO

FISCAL

 

PROVA ESCRITA

AUXILIAR ADMINISTRATIVO

PROVA ESCRITA

Observações:

 

 

 

Conter publica Resolução 17/2014 autorizando por cinco anos o trabalho em especialidade diversa da de formação original do profissional, até a comprovação de curso de especialização na área.

 

Mais detalhes acesse a página do CONTER de Resoluções: http://www.conter.gov.br/?pagina=legislativo&tipo=7

de Ordem da Presidência do CRTR-RJ, informamos a todos os profissionais que as Delegacias de Campos dos Goytacazes e Volta Redonda ficarão fechadas de 19 de dezembro de 2014 até 2 de janeiro de 2015, reabrindo no dia 5 de janeiro de 2015 para atendimento normal.

Durante este período os profissionais interessados no atendimento, devem se dirigir à sede do Conselho na Cidade do Rio de Janeiro.

Maiores informações favor ligar para 21 - 2262-1446 / 2262-5755 ou 2524-0683 ou enviar email para Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. ou Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. .

 

Paulo Murilo dos Reis Rocha

Presidente CRTR-RJ

Informamos a todos os profissionais que, de acordo com expediente enviado pelo CONTER, responsável pela emissão e envio dos Carnês  de anuidade 2015 aos profissionais, que a impressão dos mesmos saiu com um erro no campo referente ao CPF do profissional. o qual, segundo a direção do CONTER não acarretará em impedimento do pagamento e não trará nenhum prejuízo aos profissionais.

 

A Diretoria

O Conselho Regional de Técnicos em Radiologia da 4ª Região envia suas congratulações a todos os Profissionais, que, com seu trabalho e dedicação, exercem uma verdadeira missão de nobreza e abnegação, que se traduz no cuidado à saúde dos Brasileiros,  e que merece o respeito de todos...

Feliz Dia dos Profissionais das Técnicas Radiológicas!

Sexta, 31 Outubro 2014 13:03

Fechamento da Delegacia de Campos

Informamos que a Delegacia de Campos dos Goitacazes ficará fechada de 31 de outubro a 7 de novembro de 2014 por motivo de força maior.


A Gerência

Sexta, 31 Outubro 2014 11:36

Suspensão da Entrega das Carteiras

 

Informamos que a Entrega das Carteiras fica temporariamente suspensa , voltando a Emissão de Certidões com validade de Carteira.

 

A Gerência

 

IniciarAnt12345PróxFim

Artigos anteriores

« Julho 2015 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
    1 2 3 4 5
6 7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18 19
20 21 22 23 24 25 26
27 28 29 30 31